15/05/2019

HALITOSE EM CRIANÇAS

     A halitose (mal hálito) é uma condição que tem impacto bastante negativo na interação social e qualidade de vida de quem a tem, e de pessoas mais próximas.

     Ela é bastante prevalente na população infantil (bebês, crianças, e adolescentes). Desde formas leves até as mais graves.

     A halitose não deve ser confundida com o "mal hálito matinal" (ao acordar), pois esse ocorre pela diminuição da produção de saliva durante a noite, e a proliferação de micro-organismos que provocam a liberação de gases que tem mal odor, especialmente quando se consome leite ou alimentos bastante temperados próximo da hora de dormir.  Para esse caso a higiene bucal é suficiente para que o mal cheiro desapareça.

     Já a halitose tem diversos fatores como causa e as maiores partes estão associadas a placa bacteriana, falta de uso no fio dental, cárie, pouca saliva, entre outros...

     Porém, também pode ser um sinal de alerta para outros problemas como: alteração do sistema respiratório (inflamações das vias aéreas, sinusite, rinite, adenoide, respiração pela boca), problemas gastrointestinais (refluxo- gastroesofágico) ou até mesmo diabetes.

     E, algumas vezes, a criança pode colocar algo na boca que ao se decompor provoca odor fétido.

     No primeiro momento os pais ou responsáveis devem procurar um dentista, pois as primeiras causas são as mais comuns. O importante é não ignorar o problema!

 

 

Dra. Richely Maccari
DENTISTA
CRO: 103079
Tel.: (16) 3342-2149